17
ABR
2013

Técnicos da Agersa visitam Emissário da Boca do Rio e verificam o atual estágio da obra

O diretor geral da AGERSA, Raimundo Filgueiras, esteve visitando o Sistema de Disposição Oceânica do Jaguaribe (SDOJ), acompanhado da diretora de Normatização, Eduarda Fernandes, e de integrantes de sua equipe técnica com o objetivo de conhecer o atual estágio das obras, o nível de funcionamento e quando deverão estar concluídas as demais etapas.

O SDOJ, também conhecido como Emissário Submarino da Boca do Rio, é resultado de uma Parceria Público Privada entre a Embasa e a empresa Foz do Brasil, com o objetivo de ampliar o serviço de esgotamento sanitário de Salvador e do município de Lauro de Freitas.

Nesta primeira fase deverão ser atendidos um milhão de habitantes com uma vazão continua de três metros cúbicos por segundo. Até a conclusão da segunda etapa estarão sendo beneficiados 1,9 milhão de habitantes, com uma vazão de seis metros cúbicos por segundo para atender a destinação adequada do esgoto sanitário de 35 bacias hidrográficas dos dois municípios.

O Emissário da boca do Rio foi inaugurado em maio de 2011 e já atende a cerca de 170 mil ligações de esgoto doméstico. No momento, são executadas cerca de 2.500 ligações intra domiciliares por mês.

Já no período compreendido entre os dia 22 a 26 de abril a mesma equipe técnica estará percorrendo os municípios de Itaparica, Vera Cruz, Nazaré, Salinas das Margaridas e Santo Antonio de Jesus, para constatar “in loco” as dificuldades que as comunidades daqueles municípios estão passando em razão da longa estiagem que atinge o Estado da Bahia, reduzindo consideravelmente os reservatórios destinados a atender à população no fornecimento de água potável.

Deixe uma resposta

captcha *