28
MAR
2019

Seminário em comemoração ao dia da água incentiva o consumo consciente

A Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (AGERSA), realizou na última sexta-feira (22), no auditório da Secretaria de Educação- CAB, um seminário para comemorar o Dia Mundial da Água, e na oportunidade, palestrantes convidados, dentre diversos temas, mostraram também ferramentas que podem auxiliar na economia de água.

Na oportunidade, o Diretor Geral da AGERSA, Walter Oliveira, falou da importância de comemorar a data. “Nós, enquanto órgão fiscalizador e regulador, tem um papel importante para contribuir com a sociedade, quando fiscalizamos, e identificamos os problemas, notificamos os responsáveis, e a resolução chega mais rápido”, contou.

Representando o Secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Goes, o Superintendente de Saneamento (Sihs), Dr Carlos Fernando, lembrou da importância de começarmos a conscientização de casa.

“Quando éramos crianças e olhávamos os rios, diríamos que a água era algo inacabável, só que agora estamos nos preocupando em como cuidar da água para que não acabe. Queria pedir que antes de dormir, cada um de vocês, pudessem tira um minuto pra fazer o seguinte questionamento, o que posso fazer pra não faltar água pra as próximas gerações? E assim tentar cada um tentar fazer a diferença.

A Graduanda em Engenharia Sanitária e Ambiental e Bolsista do projeto água pura, Amanda Farias, fez uma apresentação do Projeto Água Pura da Universidade Federal da Bahia, mostrando como ele influencia na sociedade.

“É possível economizar mais agua, com simples gestos, segundo o IBGE, no Brasil, a média de consumo é de 154 litros por pessoa, sendo que segundo a ONU, cada pessoa necessita de apenas 110L  no dia (ONU, 2013), e baseado em cálculos que fizemos no projeto, cada pessoa gasta uma média de 183 litros, então temos que nos policiar para mudar nossos hábitos e diminuir essa média”, explicou.

Já a Coordenadora de Gestão Organizacional e de TIC Regina Marinho, apresentou o Portal da Água da SIhs, e explicou como funciona a ferramenta que tem como objetivo, monitorar, acompanhar e antecipar as ações necessárias à melhoria dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Estado da Bahia, utilizando informações Geográficas para a Gestão Territorial Integrada de Infraestrutura Hídrica e Saneamento.

O evento que trouxe como tema a “Cooperação pela Agua”, também abordou assuntos relacionados ao tratamento da agua, além de soluções para que os mananciais não se percam completamente. Dr Bruno Jardim, apresentou casos de sucesso na recuperação de rios poluídos, dentre eles, um dos mais famosos do mundo, o Rio Sena, na França.

“É um trabalho difícil, porém possível, temos alguns casos de sucesso como o Sena, que após medidas do Governo francês, já está com um baixo nível de poluição. Além dele, temos o caso do rio Cheonggyecheon, Rio Tâmisa,  Rio Reno, Rio Tejo, Rio Han, e os Canais de Copenhagen. Aqui no Brasil estamos no caminho, mas ainda há muito que se avançar”, mostrou.